NÃO VOU MUDAR.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Olha, eu resolvi  tomar uma atitude quanto à você: Eu resolvi te esquecer. Sim, eu resolvi não ficar mais me martirizando e gastando minhas energias com alguém que não está disponível para me corresponder a altura. Cansei de me doar sem a devida reciproca.  De mandar mensagem e receber o "visualizado" como resposta. Vou praticar exatamente o que o título do meu blog propõe: Desapego!

Já estou me acostumando com a ideia de te esquecer nos pequenos detalhes. Parei de te seguir nas redes sociais. Apaguei teus e-mails e tudo o que me lembrava você. Vai doer agora, mas eu vou sucumbir como das outras vezes. Meu processo de esquecer é lento, mas definitivo. Eu precisava fazer isso, por mim! Mas agora, eu preciso voltar para o meu caminho e achar a minha felicidade. E que se tiver de acontecer, que aconteça numa hora mais apropriada para ambos os dois se encontrarem de coração e braços abertos.




Eu andei demais
Não olhei pra trás
Era solto em meus passos
Bicho livre, sem rumo, sem laços

Me senti sozinho
Tropeçando em meu caminho
À procura de abrigo
Uma ajuda, um lugar, um amigo


Animal ferido
Por instinto decidido
Os meus rastros desfiz
Tentativa infeliz de esquecer

3 comentários :

  1. seu texto me fez lembrar um trechinho de uma música do caetano:

    “Ainda assim acredito
    Ser possível reunirmo-nos
    Tempo, tempo, tempo, tempo...
    Num outro nível de vínculo
    Tempo, tempo, tempo, tempo...”

    eu odeio quando me dizem pra ter paciência, pra esperar o tempo passar, coisas desse tipo... mas, o clichê é verdade. tenta sossegar e ficar bem. se precisar desabafar, não hesite em gritar: edeagoraemdiante@gmail.com

    ResponderExcluir
  2. Essa é a decisão mais difícil, mas mais necessária! Força, querido, e confia no Universo, porque no fim vai dar tudo certo. :)

    ResponderExcluir
  3. Meu caro,

    embora não te conheça, conheço sua dor, sua necessidade de esquecer, e te digo: o tempo que passamos tentando entender, é um tempo que desperdiçamos, e já poderíamos estar gastando em ACEITAR, que é assim que as coisas são.

    Muitos abraços e carinho neste momento, que pode parecer difícil agora, mas é absolutamente necessário.

    ResponderExcluir

 
LAYOUT BY: JOSÉ