CHEGA A SER PATÉTICO ATÉ

quarta-feira, 10 de janeiro de 2018

Essa semana voltei para a terapia, depois do recesso de fim de ano. E no consultório tivemos muitas coisas para conversar e colocar o assunto em dia. O mais do mesmo, como sempre. Falei sobre como anda a minhas relações no trabalho, meus problemas familiares entre outras pequenices. Quis evitar um pouco de falar sobre o lado sentimental, mas não teve jeito.

- Você não está esquecendo nada, José?

Me fiz de desentendido, mas sem sucesso. E novamente ela questionou:

- Você não está esquecendo de me falar nada?

- É não tem pra onde fugir! - pensei.

Em miúdos:  Eu apresentei à ela os últimos acontecimentos sobre o que causo com o professor e como foi o desenrolar da história toda. Mais uma vez, eu pude perceber a expressão de total espanto e surpresa em seu rosto conforme eu ia narrando os acontecimentos. Uma expressão típica de quem fica sabendo de uma fofoca quente e fica "OMG!", rs. Disse também como me sentia e como estava sendo o processo todo aqui dentro. E mais uma vez, fui ovacionado com palmas por ela, que terminou a sessão me dizendo que eu estava no caminho certo.

***

Às vezes eu acho que só a terapia não anda dando vazão para o tanto de coisas que eu preciso colocar pra fora. E eu tenho muito o que dizer, muito mesmo. São tantos anos acumulando coisas, que quando você finalmente consegue colocar pra fora, não consegue mais parar. Tenho o blog que me ajuda muito, mas não queria fazer dele algo maçante ou monotemático. Mas se não tiver jeito, paciência. Pra amenizar um pouco, eu criei um tumblr do blog e vou postar algumas coisas mais amorzineo por lá. Acompanha lá também!?

***


Quando eu te vejo
O meu peito fica desorganizado
Como o intervalo em aula do ginásio
Não vou mentir

Quando eu te vejo
O meu olhar vai segurando a onda
Enquanto meu coração compõe um drama
Não vou mentir

Chega a ser patético até.

3 comentários :

  1. esse ano eu resolvi tentar terapia e escrever mais no blog porque tenho guardado muita coisa pra mim mesma, é como se estivesse incomodando os outros (amigos) porque sempre há algo para falar e de alguma forma, sinto que não chego onde quero chegar, por isso te entendo e te encorajo a usar todos os meios possíveis pra tentar esgotar. se puder ajudar de alguma, tamos aê.

    "Chega a ser patético até." Sim, é patético. Mas ainda assim a gente não deixa de sentir...

    ResponderExcluir
  2. obrigado pelo comentário e pelo incentivo, G. Obrigado mesmo.
    só o fato de você já comentar aqui, me ajuda muito! obrigado.

    é né, a gente não deixa de sentir...

    ResponderExcluir
  3. às vezes tenho essa mesma impressão por aqui da terapia também.
    espero que as coisas melhorem por ai.

    abraço!

    ResponderExcluir

 
LAYOUT BY: JOSÉ