ENTÃO...

quinta-feira, 9 de agosto de 2018

Na terça-feira durante o intervalo entre uma aula e outra, nós nos encontramos por acaso em uma das barraquinhas de comida que fica na frente da faculdade. Estava chuviscando e eu não imaginava que você pudesse aparecer do nada. Eu gelei por dentro quando ouvi sua voz e logo em seguida você me cumprimentando me dando um tapinha nas costas. Te cumprimentei de volta mas evitei contato visual ou esboça alguma reação por que eu quis manter a maior distancia possível. Mas ali eu pude confirmar que ainda há algo aqui dentro que ainda não ficou resolvido. Eu engoli o que estava comendo com pressa e com medo de você puxar algum assunto aleatório comigo enquanto esperava o seu pedido ficar pronto. Corri pra longe por medo de desmoronar inteiro. Naquele momento eu percebi que eu ainda não me sentia cem por cento preparado pra te ver de novo sem me sentir afetado. Ali,naquele instante eu percebi que ainda preciso de mais tempo para administrar melhor o que eu sinto por você.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

 
LAYOUT BY: JOSÉ