DANDO A VOLTA POR CIMA

domingo, 22 de abril de 2018

A vida tem dessas surpresas bem loucas, né? Até uma semana atrás eu tava na fossa, no fundo do poço. E hoje, eu tô renovado em Cristo, tô outro (Graças a Deus) .Acreditem vocês, mas acho que estou superando muito das coisas que vivi nos últimos tempos. Eu costumo dizer para as pessoas quê: "Se você não deixar essa energia fluir pro Universo, ele não tem como agir para que as coisas deem certo pra você." E de certa forma, eu acabo dizendo isso pra mim mesmo. E dito e feito. A partir do momento em que eu deixei muito dos sentimentos que estavam aprisionados dentro de mim saírem e fluírem pro cosmos, as coisas começaram a andar maravilhosamente bem. Tanto que na ultima semana, eu conheci uma pessoa e estamos nos conhecendo desde então. Ele tem me feito tão bem, tem grandes chances desse flerte dar em namoro futuramente. Acredito que no decorrer do tempo, eu fale com mais calma sobre ele aqui no blog. Por ora, acho que só isso. Eu só queria deixar registrado que, não desistam de tentar, não deixem que a maré desanimem vocês, acreditem, persigam os seus objetivos!

segunda-feira, 16 de abril de 2018

Eu tenho me sentindo cada vez mais pra baixo, despencando em um precipício emocional sem fim. São dias e noites assim nesse maremoto de sentimentos. E gradativamente eu estou perdendo o gosto pelas coisas mais simples que eu antes gostava de fazer. Estou me desgastando, me arrastando e implorando por algo que talvez nem aconteça. "Talvez" . Palavra incerta e cruel que estraçalha e que faz definhar quem tem pressa de viver. Incertezas nunca fizeram parte do meu menu. Tenho enxergado a vida em tons de cinza e branco, tudo tem perdido a graça, a forma e o gosto. Me sinto tão impotente, tão incapaz. Incapaz de resolver uma simples situação onde você poderia me dizer um sim ou um não. Você não tem dimensão de como você me faz me sentir por conta dessa espera. Os dias passam e ficam cada vez mais difícil pra mim. Cada dia que passa é uma cicatriz que surge em meu peito. Eu me pergunto ; até quando isso vai durar? É duro! É duro ter que suportar isso calado.

AH, HOJE NÃO.

sábado, 14 de abril de 2018

Na ultima quarta-feira eu fiz aniversário, 30 anos. E eu estava tão animado e fazendo mil planos para reunir alguns amigos mais chegados pra uma comemoração no final de semana ( ou seja, hoje ). Eu disse "estava" porque na ultima hora eu resolvi desmarcar tudo e cancelar o evento. Motivo: o velho desanimo de sempre. Desanimo de ter que interagir com as pessoas em um dia em que a única coisa que você quer é ficar sozinho no seu canto e esquecer de tudo e todos.  Não me julguem.

RA-TIM-BUM!

quarta-feira, 11 de abril de 2018

"Tenho sonhos adolescentes
Mas as costas doem
Sou jovem pra ser velho
E velho pra ser jovem.

Hoje já é quinta-feira
E há pouco eu tinha quase 20
Tantos planos eu fazia
E eu achava que em 10 anos
Viveria uma vida
E não me faltaria tanto pra ver"



3.0

O FERIADO QUE FLOPOU

sábado, 31 de março de 2018

Feriado: A ideia aqui era viajar pra esfriar a cuca, ver gente bonita e encontrar os migos. Eu estava até bem animadinho e fazendo mil planos, mas como toda vez quando deixo uma viagem pra ultima hora crente que vou conseguir no ultimo momento comprar a passagem, dessa vez não foi diferente pois acabei tomando no cy do mesmo jeito. Não tinham mais passagens disponíveis para o destino escolhido. Fiquei puto comigo mesmo, por ter essa mania filha da puta de deixar tudo pra cima da hora. Essa raiva só passou depois que eu parei pra comer em um fast food e raciocinei o seguinte: Mas e se foi um livramento que Deus me deu? Vai saber, né? Amenizando o peso na minha consciência por não ter conseguido viajar. Agora estou aqui matutando o que fazer no resto desse feriado. Talvez eu pegue um cinema ou saia pra jantar fora com alguma amiga, ou quem sabe ficar em casa mesmo maratonando algo na Netflix e organizando as matérias pendentes na faculdade!? Isso fica de lição pra na próxima vez, me organizar com antecedência.




RAINING GLITTER

sexta-feira, 30 de março de 2018

Quando você resolve desencanar de algo que está te sufocando e deixa a vida tomar o seu rumo livre e sem roteiros, o universo se encarrega de movimentar as peças e você nem percebe. Feriado tá aí e já tive uma prova de quão legal são as coisas quando a gente deixa acontecer naturalmente.

Ontem, depois da aula na faculdade, eu e meus amigos saímos para uma tomar umas cervejas e relaxar. A princípio era apenas isso. Mas no meio do caminho surgiu o convite para o aniversário de uma amiga de uma das meninas do grupo. Aquele velho esquema de aniversário de restaurante, saca? Chegou, comeu, socializou, bebeu, pagou a conta e beijinho,beijinho e tchau tchau. O que era pra ser apenas um lance rápido e social, se estendeu noite a dentro. Quando me dei conta, já estávamos dentro de uma casa noturna, onde tocava aquele sertanejo universitário e sofrência (me desculpe quem curte, mas isso é uma tortura das brabas. Como os héteros aguentam isso?) bebendo com aquelas pessoas da mesa, rindo, flertando e dançando. Abstraindo tudo que estava me fazendo mal. Eu posso dizer que lavei a alma ontem. Eu tava precisando disso!  Valeu a pena ter saído um pouco da rotina.





E hoje, saiu esse hino country da minha diva mór Kylie Minogue, e como bom fã que sou, resolvi divulgar e enaltecer a deusa do amor para os meus leitores. E coloca-la como modo de apreciação desse post. Enjoy it! ;)

QUASE LÁ E A MENSAGEM

quinta-feira, 29 de março de 2018

Meu aniversário tá quase aí, faltando menos de quinze dias para comemorar as minhas trinta primaveras. Dilema para esta data querida: Achar um local para fazer uma reunião/festa com alguns amigos. Pretensão: Ouvir música, bater papo, beber, rir e estar perto de quem se gosta. Ação até o momento:Me conhecendo bem, sei que vou deixar isso em cima da hora e vou acabar fazendo algo em casa mesmo ou vai ficar por isso mesmo. Não quero completar trinta anos e deixar essa data em branco. HELP!



                                                                                                      ***

Tô aprendendo a duras penas, que nem sempre tudo o que se quer, nós conseguimos. Não que isso fosse fácil pra mim. Mas, também nunca tive dificuldades monstruosas para conquistar meus objetivos. Porque eu sempre lutei pelo que quis, corri atrás e agarrei o que queria. Mas em se tratando de pessoas, a história muda completamente de aspecto. Isso potencializa muito mais se tratando de coisas do coração. Situando: Eu tive uma conversa franca com o meu paquera (crush, novinhos, crush) onde eu coloquei pra ele (novamente) os meus sentimentos, algo bem às claras mesmo, e expliquei que independente do que eu sinto por ele eu gostaria de ser mais próximo, ser um amigo dele e tals. Ele rebateu dizendo que tem receio de abrir mais espaço para mim e eu acabe confundir as estações. (Explicando pra quem pegou o bonde andando: Esse cara é/era meu professor na faculdade e é comprometido com outro cara) .Repliquei dizendo que não é bem assim, e que apesar de gostar dele, eu sei delimitar as coisas e que uma coisa não implica em outra.  Ele retrucou dizendo sua única preocupação é de me magoar por nada. Respondi dizendo que ele me magoaria muito mais se por ventura se afastasse de mim. Deixei a peteca nas mãos dele. Mas por mim essa conversa ainda não acabou. Após isso, mandei algumas outras mensagens falando sobre outros assuntos,mas pra um bom entendedor meia mensagem não respondida basta. Não sei se eu o afastei com a minha postura direta e reta ou se ele se fechou para refletir sobre isso. Não dá pra saber. E eu tô com essa questão na minha cabeça, fazendo as devidas mudanças e reformas internas. Enquanto isso, eu vou curtir meu feriado da melhor forma possível, e esquecer disso por ora.



 
LAYOUT BY: JOSÉ