quarta-feira, 18 de julho de 2018

enquanto o lance certo não chega ( ou amadurece ), a gente vai testando as versões beta que vão aparecendo. e é nessas tentativas de erros e acertos que nós vamos nos moldando e conhecendo nossos limites. ajustando alguns pontos que precisam de melhorias e melhorando o que já está bom. assim tem sido ultimamente pra mim.

minhas ultimas tentativas tem sido repletas de erros e acertos, encontros e desencontros. mas tem sido algo que me agrega muito valor enquanto pessoa. tenho aprendido muito com isso. estou crescendo e amadurecendo emocionalmente a cada tentativa, caindo e levantando. e o principal: vivendo!

sexta-feira, 13 de julho de 2018

os dias tem passado e estou sentindo o peso das cobranças e as consequências de tudo aquilo que fechei os olhos para não poder encarar. é como se estivesse em uma contagem regressiva, ou com uma bomba relógio prestes a estourar no meu colo. eu me vejo sozinho num grande deserto, e sem ninguém que possa me ajudar. não paro de pensar nas possíveis soluções pra isso enquanto a areia movediça desse deserto me engole lentamente. eu espero poder passar por mais essa ileso. é meu único desejo.

REALLY?

segunda-feira, 9 de julho de 2018

quero dizer que tanta coisa aconteceu, muitas coisas mesmo. mas estou bem. bem mesmo. apesar dos pequenos desencontros. estou feliz pelo andar das coisas. sinto-me mais em paz comigo mesmo. esse quase um ano de terapia em blog, me ajudou a enxergar tantas coisas boas e me ver por outros ângulos jamais vistos. sou imensamente grato por tudo nesse quase um ano. sério!

o 'namoro' miou. eu sinceramente não estava satisfeito com o andar das coisas. o G é uma ótima pessoa, mas não pra mim.  :~  talvez eu fale sobre essa experiência de 'namoro de sofá' com a mãe de uma pessoa de vinte e oito anos supervisionado tudo de uma forma bizarra.


queria poder resolver todos os meus problemas com um passe de mágica. tem horas que se eu pudesse, assim faria.


eu tô viciado nessa música k-pop,sim.

TÁ TUDO BEM POR AÍ?

domingo, 17 de junho de 2018

é domingo, está chovendo e o clima esfriou e está bem convidativo para ficar debaixo das cobertas lendo e ouvindo uma música calma e relaxante.

hoje teve jogo do Brasil também, mas não vi muita empolgação das pessoas em relação a isso. a propósito, acho que esse lance de "espírito da copa" morreu depois da decepção que foi a copa de 2014, né?  foi bom pro brasileiro cair na real e baixar um pouco mais a bola nesse aspecto.

semana de provas começam amanhã e eu só quero que essa temporada acabe logo. me dei conta que só me ferrei nesse semestre por não ter priorizado o que deveria priorizar. tô correndo atrás do prejuízo ainda que em cima da hora. gostaria de ser um aluno mais dedicado e menos procrastinador na hora que tenho que estudar. será que ainda consigo ser mais focado?

meus artistas favoritos estão lançando álbuns tão bons e trabalhados nesse mês, eu tô completamente apaixonado pelo novo álbum da Lily Allen, ele fala comigo de uma tal forma, que nossa...
e o novo álbum da Christina Aguilera então? é cada tiro, que sou incapaz de pular uma faixa sequer do disco. e claro, não posso esquecer de comentar do Roo Panes, que traz um álbum com canções tão  limpas e boas de serem ouvidas enquanto você está dirigindo ou tirando um tempo só para você. vale a pena conferir os artistas indicados nesse post. ;)

talvez na próxima vez, eu comente aqui sobre uma série queer que eu estou começando acompanhar e que é bem interessante. vamos acompanhar.



You're my narrow road
But how I love you
And everything you do
Oh you're my narrow road
But will you walk it with me
All of the way to you
Be my guiding light
Be my view

TIPO, SEI LÁ...

terça-feira, 12 de junho de 2018


é dia dos namorados, e na madrugada de hoje eu fui pedido em namoro por ele. eu deveria estar feliz e radiante com um pedido desses, afinal, era o que eu estava buscando. e vindo de uma pessoa tão dedicada e apaixonada por mim como é o G, isso teria tudo pra ser meu sonho de princesa. mas não é. 

é estranho dizer isso, mas eu não estou feliz por estar num relacionamento sério. me sinto completamente pela metade.  saindo de uma situação que ficou no ar com o outro cara e que até hoje não se resolveu. mas ao mesmo tempo eu penso que não posso ficar parado no tempo esperando que as coisas se resolvam sozinhas. eu precisei mudar para que as coisas mudassem também. eu tive que ir buscar minha felicidade e me dar essa chance de m novo recomeço.
pela primeira vez, eu estou no lugar da "caça" e tentando me adaptar a isto. é um pouco difícil pra mim confesso, mas eu quis arriscar. 

por mais que o G. seja uma pessoa excepcional, que me trata como um verdadeiro rei e tudo mais, eu ainda sinto que falta algo. que está incompleto. ele é um pouco mais novo do que eu, um pouco menos experiente também. em diversas situações e conversas eu me sinto como um "pai" e não como um namorado propriamente dito. não sei, mas acho que não estou tão entregue a esta situação da mesma forma que ele está. quem sabe uma hora isso muda? 

é aquele velho ditado: pessoa certa, no lugar certo, mas no momento errado

domingo, 10 de junho de 2018

domingo é um dia preguiçoso. está frio e eu estou um pouco introspectivo e melancólico. normal. espero que a semana seja quente e animada, pois estou precisando de um up.  estou um pouco preocupado com algumas coisas e espero que se resolvam da melhor forma possível.



MENSAGEM PRA VOCÊ

quarta-feira, 6 de junho de 2018

no final das contas, é tudo o que nós mais queremos.

 
LAYOUT BY: JOSÉ